top of page

Fiscalização apreende 1.500 garrafas de vinho na Br-277


A Receita Federal do Brasil (RFB) apreendeu grande quantidade de vinho importado, transportado sem os registros requeridos pela legislação, em ônibus procedente de Arapongas (PR). A abordagem foi realizada na BR-277, na vizinha Santa Terezinha de Itaipu.

O veículo foi deslacrado pelos agentes federais nesta terça-feira, 20, tendo sido apreendido no dia 19 de maio. A quantidade de vinho totalizou 1.526 garrafas, que têm custo de aproximadamente R$ 112 mil, conforme a avaliação feita pela RFB.

Os vinhos estrangeiros devem conter o rótulo em português e o selo do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), explica a RFB. As garrafas retiradas de circulação serão doadas a universidades para transformar o produto em álcool gel.

As garrafas foram levadas para o depósito da Receita Federal em Foz do Iguaçu. Pelo balanço do órgão, na circunscrição que abrange regiões do Paraná e Santa Catarina, foram apreendidos cerca R$ 5,9 milhões em vinhos; só no primeiro trimestre de 2023, foram R$ 2 milhões do produto.


Operação na Argentina


A Administração Federal de Ingressos Públicos (AFIP) da Argentina realizou grande operação de combate ao contrabando de vinhos argentinos na semana passada. A ação teve o apoio da Receita Federal e da Polícia Federal, órgãos do Brasil.

A intervenção simultânea, em Misiones, Córdoba e Mendoza, além de Buenos Aires, resultou na apreensão de mais de 12,5 mil garrafas de vinho de alto padrão, estimadas em R$ 812 mil, mostrou o H2FOZ. As fronteiras são os principais pontos de saída do produto, a partir da Argentina.



0 comentário

Commentaires


bottom of page