top of page

Apreensão de bebidas falsificadas na RMC cresce 226% em um ano


Um levantamento da Associação Brasileira de Bebidas (Abrabe) mostrou que a Região Metropolitana de Campinas é a área mais crítica do estado de São Paulo em falsificação de bebidas alcoólicas. O número subiu 226%, de 5.925 garrafas de 750 ml, em 2021, para 19.344, no ano passado.

A presidente da Abrabe, Cristiane Foja, afirma que a falsificação é um problema na região há mais de 20 anos e o que aumentou foram as apreensões, e não a produção de bebida ilegal.

Vendida por um preço menor que o do mercado tradicional, a bebida falsificada pode trazer problemas à saúde de quem consome, como explica a presidente da associação.

A falsificação é responsável pelo desvio de cerca de R$ 6 milhões por ano. A recomendação para que comerciantes e consumidores não caiam no golpe é, em primeiro lugar, desconfiar se o preço estiver muito baixo, e também comprar sempre em estabelecimentos com credibilidade.


0 comentário

Коментарі


bottom of page